sábado, 9 de abril de 2016

A Terceira Via em Ipu e as "cartas fora do baralho", porque será que ainda não vingou!!!!

Embalada pelo diagnóstico da palavra "Mesmice", a Terceira Via de Ipu", ou uma "Nova Via" política encabeçada pelo vice-prefeito Dr. Carlos Eduardo e o vereador Adriano Melo, segundo os estudiosos de "política", em pouco mais de cinco meses, ainda não resplandeceu politicamente na terra de Iracema, Ipu.
Mesmo com o apoio importante de um meio de comunicação com a Rádio FM Cidade e dois vereadores, esse grupo político ainda não tem apresentado a sociedade ipuense, uma base política sólida que venha a bater de frente com o grupo político do prefeito Sérgio Rufino com seus seis vereadores, e do grupo de oposição, à frente o ex-prefeito Sávio Pontes e a ex-prefeita Toinha Carlos, esse último grupo, com cinco vereadores de expressiva votação.
Passado as "águas de março", o que os estudiosos em política esperavam era uma reação consistente desta nova via. Aparentemente sem um aporte financeiro que venha a mexer com as estruturas do poder, os líderes da "Terceira Via" continuam caminhando a passos curtos, meramente com um programa político no sábado, criado para bater na administração "Liberdade", mas que até o presente momento, sem dizer para os seus ouvintes como realmente procedeu a "história do Gabinete do vice-prefeito e o carro" que segundo o vice, nunca existiram, inclusive, fato este que culminou com a ruptura da família "Martins" do ex-vereador Nonato Martins. De certo mesmo, o que temos a dizer é ainda uma indefinição de como ficará a chapa desta via, e se realmente ela irá se persistir!!!
Será se o vereador Adriano Melo já não está pensando em uma outra alternativa política que venha abrilhantar as suas idéias de um sonhado dia chegar ao Paço Municipal e sentar na cadeira maior do poder? Por enquanto ficaremos na expectativa para que novos fatos venham a mexer com as estruturas políticas das duas facções políticas da Terra de Iracema, que dorme e acorda com a política no sangue. Até a presente data, não sabemos das adesões políticas deste novo grupo, se é que ele realmente existe dentro desta conjectura política.
Como já dizia Edna Frigato em sua coluna (..) "Não adianta nadar contra a correnteza, chega uma hora em que você perde as forças, e se entrega a fúria do mar".

# Compartilhar :

Tecnologia do Blogger.