quarta-feira, 1 de julho de 2015

Vice-prefeito de Ipu, Dr. Carlos Eduardo posta comentário de solidariedade no seu Facebook.

Hoje converso com meus amigos leitores e seguidores falando um pouco sobre o verdadeiro sentido da palavra "solidariedade", em outras palavras, um termo de origem francesa, que não significa apenas reconhecer a situação delicada de uma pessoa ou grupo social, mas também consiste no ato de ajudar uma pessoa com palavras de alento, no sentido de levar desta palavra a simbologia maior da boa vizinhança e da paz. Baseado neste contexto, o nosso redator do Portal de Notícias Aconteceu Ipu reproduziu em linha direta as palavras do vice-prefeito, Dr. Carlos Eduardo Martins se referindo ao lamentável ocorrido numa briga entre um servidor público e o comunicador Adriano Pereira que teve seu carro danificado em frente ao Legislativo na última quinta-feira (25-06), caso "turpe" de violência, supostamente por um envolvimento político de facções, que lamentamos por ferir todos os princípios de liberdade constitucional abominável no Brasil, por não dizer, dentro do município de Ipu.
Segundo o comentário do vice-prefeito de Ipu no Face do comunicador agredido (..) "Não deixe isso virar rotina. Tome posição firme em relação a esses acontecimentos lamentável. Sou contra qualquer tipo de vandalismo. Abraço meu amigo", afirmou o vice-prefeito de Ipu, Dr. Carlos Eduardo.
O nome, ou a frase, "Liberdade de expressão" é uma garantia qualquer indivíduo de se manifestar, buscar e receber ideias e informações de todos os tipos, com ou sem a intervenção de terceiros, por meio de linguagens oral, escrita, artística ou qualquer outro meio de comunicação. O princípio da liberdade de expressão deve ser protegido pela constituição de uma democracia, impedindo os ramos legislativo e executivo do governo de impor a censura. Agora, é importante salientarmos que sempre que esta garantia sofrer determinada restrição, esta deve ser caracterizada em parâmetros claros, estritos e inseridos dentro de uma conjuntura definida. A restrição legítima é bem diferente de abuso de poder e ilegalidade. Além disso, a liberdade de expressão não é um direito absoluto, o que significa que a manifestação pode descambar para a calúnia, difamação ou injúria, o que pode originar um processo ou resposta em reação à declaração feita, em outras palavras a "Justiça" está aí para julgar os excessos quando eles realmente existirem, ninguém tem o direito de danificar bens, agredir ou mesmo matar alguém em nome da honra, muito menos em nome da política.
Esse episódio acontecido com o comunicador ganhou grande repercussão na mídia de Ipu e região, o que esperamos e acreditamos é que fatos como estes sejam cruelmente recriminados e banidos da sociedade ipuense, essa terra pertence aqueles que verdadeiramente nasceram, e fazem deste pedaço de chão, o elo nobre entre a família ipuense e a sociedade pacata da terra de Iracema.
**** Click Aquie entenda melhor da matéria citada.
Notícias relacionadas de outros sites:

Radialista Adriano Pereira tem seu carro danificado e ainda é agredido fisicamente em frente a Câmara Municipal (vídeo).

Ipu (CE): Carro de radialista é danificado; "O mandante foi Rogério Palhano", diz Efigênia.
Radialista que faz oposição tem seu carro danificado e é agredido fisicamente em frente a Câmara Municipal de Ipu

# Compartilhar :

Tecnologia do Blogger.